Acreditamos em Deus??

Segundo a maioria das definições tradicionais, não. Mas em termos de como um crescente numero de cristãos conceitua Deus, acreditamos sim. Nosso nome para Deus é Nam – Myoho- Rengue – Kyo, a Lei Mística. Acreditamos que existe tanto”aqui dentro”, como “lá fora”, e que esta luz interior pode brilhar de dentro quando nos conscientizamos dela e lhe abrimos nosso coração através do ato de recitar o Nam – Myoho – Rengue – Kyo.

Não há no Budismo o ” Deus” no sentido ocidental da palavra. Há uma lei natural ou uma lei universal natural, única para tudo e todos. Por uma questão de conceituação, surgem em meio á parábolas e definições personagens e situações que são denominadas como deuses ou demônios, mas no sentido figurativo. Ou seja, deuses e demônios são funções da natureza(meio ambiente) ou da vida do indivíduo, ou ainda das condições sociais. A questão, portanto, não é se no budismo acredita-se em Deus ou se ele existe, e sim que no budismo não existe um ente superior ou inferior ao qual as pessoas devem obediência. Além disso, o auge que o budismo proposrciona é a conquista do equilíbrio da unidade(pessoa) , e a consequente consciência de interdependência entre a pessoa e o meio ambiente e os seres e fenômenos que compões esse meio ambiente.

Anúncios