” Quanto maiores a dor e a tristeza, maior será a felicidade que os aguarda”

” É natural ter problemas, cometer erros e sentir-se arrependido. O importante é não ser derrotado. Em meio ás suas preocupações e lutas, sempre olhem para frente e avancem.

Mesmo que sofram desapontamentos e reviravoltas continuem avançando e não sejam derrotados. Se vocês tiverem essa forte determinação no coração, já estarão a meio caminho da vitória.

A felicidade ou infelicidade de uma pessoa não depende de suas posses materiais. Mesmo uma família rica e aparentemente invejável pode estar enfrentando algum problema sério que não seja evidente para os outros.

Quanto maiores a dor e a tristeza, maior será a felicidade que os aguarda.

Uma existência digna de respeito é levar a felicidade e o bem-estar aos seus semelhantes.

Não sejam do tipo de gente mesquinha que depende sempre de alguém, que empurra a responsabilidade para os outros, ou que espera que alguém faça algo por você. Se vocês se permitirem tornar-se pessoas negativistas e queixosas, sempre inclinados a inveja e ao desprezo, o sol de sua vida nunca poderá brilhar através das nuvens pesadas que o obscurecem.

Sejam quais forem os obstáculos, usem-nos como um trampolim para seu crescimento e continuem a avançar com coragem, enfrentando todas as dificuldades. Por favor, continuem avançando com firmeza e tenacidade.

Não percam a esperança nem se desesperem por questões passageiras. A vida é longa. Mesmo que se sintam angustiados com os problemas, mesmo que tenham cometido alguns erros ou que tenham algo do que se arrepender, ainda tem todo o futuro pela frente. Não se tornem pessoas pobres de espírito que se desmoronam facilmente diante das dificuldades.”

Trechos do livro Juventude, Sonhos e Esperanças-Daisaku Ikeda

Surgimento do Budismo Nitiren Daishonin

Há 700 anos, Nitiren Daishonin deixou para a humanidade o Dai-Gohonzon (supremo objeto de devoção) visando à felicidade de toda a humanidade, em todos os sentidos. Para isso, é necessário apenas que se recite o mantra “Nam-Miojo-Rengue-Kyo” – a Lei do Universo e da Vida – força de transformação humana.
No universo tudo vibra e tem um ritmo. No budismo, a concordância e harmonia com esse ritmo é a causa da nossa felicidade. Para nós budistas, os potenciais de quem recita Nam-Myoho-Rengue-Kyo serão enaltecidos, transformando vidas através da força, coragem e esperança para a superação das dificuldades.
Segundo a filosofia budista, há a necessidade de determinação. A mudança está em você, e não nos outros. Ela se manifesta de dentro para fora, através da profundidade do conhecimento da própria vida. O objetivo é viver a vida intensamente e em sua plenitude, isso depende só de você. Todos têm a potencialidade para conseguir tudo o que quiserem na vida.

“Após a tempestade sempre vem a bonança”

” Aqueles que creem no Sutra de Lótus são como o inverno. O inverno nunca falha em se tornar primavera.Nunca ninguém ouviu falar que o inverno tenha se transformado em outono. Nem nunca ouvimos falar de um  praticante do Sutra de Lótus que tenha se tornado uma pessoa comum” (Nitiren Daishonin)

Certa vez, o segundo presidente da Soka Gakkai, Jossei Toda, observou sabiamente: ” Os obstáculos existem para nos testar e nos treinar, assim, são como um técnico de judô que derruba os alunos para fazer com que eles se tornem mais fortes. Se enfretarem cada obstáculo prontos para confrontarem-no com a determinação de vencer, conseguirão superar as dificuldades mais desafiadoras.” E disse ainda: ” É no momento de maior sofrimento, dúvida e dor que reside a grande oportunidade de transformar o mau carma pela raiz e iniciar a bela revolução humana.”

BS 23/10/10