Quando ninguém mais acredita…

BLD041216
Marttuci: “A esperança não pode acabar nunca.”

Ser vitorioso é sempre gostoso e quem já venceu sabe bem disto. Mas existe uma circunstância em que ser vitorioso tem um sabor superespecial, “subarashii (“maravilhoso”, em japonês) pra caramba”. É quando ninguém mais “acredita” na gente. Eta coisa danada de boa quando conseguimos transformar todo um quadro de fracasso em grande vitória, quando, como se diz na linguagem popular, “arrebentamos a boca do balão”! Continuar lendo “Quando ninguém mais acredita…”

Anúncios

Iniciativa a chave para todas as mudanças

“A iniciativa é um requisito fundamental para aqueles que desejam mudar circunstâncias, criar oportunidades e vencer na vida. Uma pessoa de iniciativa é aquela capaz de dar o primeiro passo, que, mesmo caindo, tem força, coragem e disposição para se levantar e que não espera por condições ideais para agir. De fato, todas as conquistas e avanços desfrutados pela humanidade partiram de pessoas com essas características

Para gerar mudanças é preciso quebrar barreiras, romper limites, vencer a si, dar o primeiro passo, não esperar algo acontecer. Enfim, é preciso assumir para si a responsabilidade da transformação.Desenvolver a virtude da iniciativa requer coragem e o desejo de criar uma história. Para isso, é preciso vencer, por exemplo, o orgulho, a arrogância e a posição cômoda de esperar que os outros façam algo para mudar.

Continuar lendo “Iniciativa a chave para todas as mudanças”

“Como transformar as dificuldades em força motriz da felicidade”

“Com base na recitação do Nam-Myoho-Rengue-Kyo, somos capazes de atingir o estado de Buda, ou seja, ter disposição de enfrentar até mesmo os sofrimentos do inferno.  A verdadeira fecilidade encontra-se no ato de desafiar e vencer cada uma das dificuldades e cada um de nossos sofrimentos da vida, tendo sempre como base a prática budista. Por exemplo, o avião enfrenta fortes tutbulências no momento da decolagem para depois alçar um voo mais tranquilo e chegar ao destino. Da mesma forma, se nos amendrontarmos e desistirmos no meio do caminho por causa das dificuldades, não chegaremos ao nosso objetivo. Devemos enfrentar as dificuldades, lutar contra as maldades e transformar nosso destino a fim de criarmos a verdadeira felicidade na vida.

O ato de lutar contra as adversidades é o caminho direto para aprimorarmos nossa capacidade, é um trampolim para nosso revolução humana(transformação).

Viver de forma autêntica com base na fé significa valorizar todas as questões do cotidiano, devemos ser nós mesmos , não precisamos tentar ser o que não somos.

Uma vez que somos seres humanos, sempre haverá momentos em que sentiremos vontade de chorar ou de sorrir, ou momentos em que ficamos irados, e ainda outros em que nos sentimos confusos. Quando a ira é apropriada, ficamos irados. Quando temos de sofrer, sofremos. Quando devemos sorrir, sorrimos. Desfrutamos o que existe para ser desfrutado. Nitiren Daishonin declara: “Sofra o que tiver de sofrer, desfrute o que existe para ser desfrutado.” Quando vivemos com esse vigor, somos capazes de avançar com um extraordinário dinamismo em direção a felicidade, inspirando e ajudando todos os que estão ao nosso redor.

Se formos negligentes a ponto de pensar que ‘ alguém vai cuidar disso’ ou ‘ no final, tudo dará certo’ prejudicaremos o estado de Buda inerente em nossa vida. O universo sempre se move na direção de nossa vitória, só que para isso é preciso ORAR E AGIR.”

Jornal Brasil Seikyo 28/01/2012